TCM rejeita contas da prefeita de Aurelino Leal.


O Tribunal de Contas dos Municípios, na terça-feira (19/12), rejeitou as contas da prefeita de Aurelino Leal, Liu Andrade (PP), relativas ao exercício de 2016, em razão da extrapolação nos gastos com pessoal. As despesas alcançaram 66,15% da receita corrente líquida do município, quando a Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece o limite máximo de 54%.

O relator do parecer, conselheiro José Alfredo Rocha Dias, multou a gestora em R$2 mil por irregularidades identificadas durante a análise das contas e em R$18.720,00, que corresponde a 12% dos seus subsídios anuais, pela não redução da despesa com pessoal na forma e nos prazos definidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Também foi determinado o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$8.592,04, com recursos pessoais, referente ao pagamento de subsídios em valor superior a legislação municipal (R$8.412,07) e ausência de comprovação de diárias (R$180,00).


publicidade